Papo de ônibus…

Imagine uma quinta-feira que você sai do trabalho por volta das 18h40, está sem carro e pega um ônibus na volta para casa #Urubupungá – From USP to SBC#

Está aquele trãnsito #sabe como é a Berrini nesse horário, né#, você está cansada, e  a sorte é que o ônibus está vazio. Você senta, dá uma encostadinha e pega no sono. Quando acorda, percebe que o ônibus já está mais cheinho, mas continua na mesma avenida, no máximo andou umas quatro, cinco quadras. O jeito é tirar o atraso da semana e dormir um pouco mais, quando derrepente entra um sujeito e senta do seu lado. Até aí, ele só pediu licença.

Você vira para o lado e  tenta dormir. Daí ele começa a puxar assunto “Faz tempo que você pegou o ônibus? Estou há um tempão esperando”. Educadamente eu digo que sim, mas fazer o quê, e já aviso que o jeito é dormir.

Acho que ele não entendeu a indireta, pois começou a perguntar se eu trabalho pela região e o que faço. Eu vou respondendo, mas sem colocar o “e você?” no final, para ver se ele se toca e não extende muito a conversa.

Mesmo assim não adiantou nada. Ele falou da vida dele, foi contando do trabalho, da empresa, de que na semana anterior foi ao RJ a trabalho. Eu já sem paciência, nem olho mais para o sujeito. Volto a falar do trânsito só para ter uma desculpa de olhar para a janela ao meu lado e tentar acabar com o papo. Logo surge uma pausa.

Ufa! Ele percebeu que eu não estou para conversas.

Quando estava fechando meus olhos, ele ressurge e começa a falar de faculdade. O pior, o cara era empolgado, falou dele, depois de uma amiga que faz Relações Internacionais não sei a onde, mas que ela é imatura e do nada essa amiga se torna ex-namorada. Nessa hora dei uma piscada um pouco mais demorada #o sono estava forte#, daí ele já falava de decepções no relacionamento e acho que estava com o coração partido.

Olha, eu mal o conheço, mas acho que não precisa de muito para saber o possível motivo dela ter terminado com ele.
Cara chato!

No final, antes de descer do ônibus voltou a falar da empresa que trabalha, disse ser o melhor lugar do mundo para trabalhar e perguntou se eu não gostaria de mandar meu currículo. Pediu para eu anotasse o e-mail dele e enviasse.

Trabalhar com ele? Não, obrigada! Muito melhor onde estou…Rsrs

Anúncios

5 Responses to Papo de ônibus…

  1. Amiga, é um SACO querer dormir e ter um mala do lado…rs
    Eu sei bem como é!!
    Por isso digo que devemos começar uma campanha contra os inconvenientes do ônibus 🙂

    Beijo e amei o post!
    A real é isso aê…rara

  2. Amiga, é um SACO querer dormir e ter um mala do lado…rs
    Eu sei bem como é!!
    Por isso digo que devemos começar uma campanha contra os inconvenientes do ônibus 🙂

    Beijo e amei o post!
    A real é isso aê…rsrs

  3. Andre Carioca esperto says:

    ahahahahaha.
    O problema de ser mulher é isso , a parte do curriculo vc nao entendeu?
    Qual o conteúdo do curriculo ?
    Suas experiencias profissionais(esse é a parte que ele nao vai ler) , endereço(pra ir na sua casa a qualquer momento) e telefone(para poder ligar e te chamar pra sair)
    Sacou?

  4. Que carente! uauhahuahuhua.
    Ninguém merece.

    Beijos

  5. Scardoelli says:

    Gostei do blog.

    Bom relato, cara chato.

    Porém, em partes o entendo. Coração partido é algo triste, já passei por isso.

    Mas, mesmo para falar de decepções amorosas, eu nunca impedi o sono de uma moça que estivesse do meu lado no busão, mesmo se ela fosse linda. Noção nessas horas faz um bem danado.

    Novamente, parabéns pelo blog, Bárbara.

    Você ganhou mais um leitor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: